25 de julho de 2020

TUBERCULOSE MATA CERCA DE DUAS MIL PESSOAS ANUALMENTE NO PAÍS – ADMINISTRADOR DA AHEAD


24/07/2020 / Jornal Odemocrata 

O administrador da organização italiana “AHEAD”, encarregue da gestão do Hospital Raoul Follereau, Mama Saliu Sanhá, revelou que a Tuberculose mata anualmente cerca de duas mil pessoas na Guiné-Bissau e causa cerca de oito mil novos casos de infeção  por ano, em todo o território nacional.

Sanhá fez estas revelações esta sexta-feira, 24 de julho de 2020, durante a cerimónia da entrega de máscaras de proteção facial, álcool gel, luvas e outros produtos higiénicos oferecidos pela cidadã Suzana Embaló, filha do chefe de Estado guineense, Úmaro Sissoco Embaló.

Saliu Sanhá explicou, na sua declaração aos jornalistas, que a situação da doença de Tuberculose deve ser encarada de forma séria, por isso, a sua organização está empenhada em apoiar o governo guineense na luta contra a doença.

“Contribuímos muito na descida da taxa de óbitos deste hospital, desde que assumimos a sua gestão . A taxa de óbitos dos pacientes da Tuberculose situava-se na ordem de mais de 20 por cento. Atualmente oscila entre os 5 e 7 por cento. Este hospital é visto hoje, na Guiné-Bissau e a nível da sub-região, como instituição hospitalar de referência para o tratamento e cura da Tuberculose”, assegurou.

Vanda Barbosa, representante da cidadã Suzana Embaló, disse que a filha do Presidente da República tomou a iniciativa particular de apoiar o hospital em produtos desinfetantes e máscaras, com o intuito de auxiliar os médicos e funcionários do hospital.

“A iniciativa da cidadã Suzana Embaló foi abraçada também por alguns estudantes guineenses no exterior que decidiram doar alguns fundos e pela Farmácia Moderna “, notou.  

Por: Assana Sambú

Sem comentários:

Publicar um comentário