15 de julho de 2020

BRAIMA CAMARA, (Bά DE POVO) imbuído DE ESPIRITO RECONCIALHADOR!

Por: yanick Aerton

;FIDJU DI BARKE (GARCIMENTI), CU RICIBI BENSON DI COMANDANTE MANEL, SI TIO, SI PAPE, SI MENTOR.

Em cada sociedade, há homens e mulheres que se destacam pela sua contribuição, através de acções que por si falam sobre a sua dimensão intelectual, humana e produtiva. Há homens e mulheres que se sacrificam para que os seus semblantes possam viver uma vida decente numa sociedade para a existência da qual dedicam todas as suas energias, capacidades e meios de que dispõem.

Na Guiné-Bissau, Deus quis que surgisse de uma família muito humilde uma dessas grandes almas que, após ter conseguido sucessos no sector que elegeu como actividade profissional, O SECTOR EMPRESARIAL, sentindo na sua pele o sofrimento do seu povo, donde é originário, aquele povo que o FRANZ FANON chamou de “LES DEMNÉS DE LA TERRE”, e que modernamente são chamados “LES LAISSER POUR COMPTE”, decidiu lançar-se numa luta sem tréguas contra aqueles que querem continuar a abusar dos Guineenses, procurando a todo o custo, apoderar-se dos recursos que são o nosso BEM COMUM.

Esse grande e destacado filho do povo tem como nome BRAIMA CAMARA, (Ba di Povo,) Coordenador do Movimento para a Alternância Democrática, MADEM G15, que hoje constitui o maior alvo a abater, da parte sobretudo daqueles que querem continuar a ser empresários de títulos de tesouro, habituados a elaborar títulos e ir fraudulentamente levantar dinheiro do Tesouro Publico, como se algum serviço tivesse fornecido ao Estado.

Esse herói vivo é ainda um alvo a abater da parte daqueles que estão habituados a enriquecer-se ilícita e criminosamente através de cargos de responsabilidade que exercem no aparelho de Estado, aproveitando-se da impunidade existente país.

É contra essas duas categorias de Guineenses que consideramos “ERVAS DANINHAS” que o (Ba di Povo) se viu obrigado, com muita coragem e determinação, a levantar-se para dizer: BASTA, BASTA, quando podia ficar no seu cantinho de conforto e desfrutar daquilo que, com muito suor, conseguiu construir.

É difícil encontrar adjectivos para qualificar o (Ba di Povo), pela sua dimensão multifacetada, muçulmano-praticante, culto, exígimio autodidacta, super-humilde, inteligente, humanista, com grande capacidade de encaixe, um líder no verdadeiro sentido do termo, disponível e respeitador dos seus compromissos.

Só os invejosos fariam um retrato diferente e diriam o contrário, doença das mentes amaldiçoadas (inveja) que o (Ba di Povo) nunca deu importância, porque, na qualidade de crente em (Allah), ele acredita na PREDESTINAÇÃO.

De vitória em vitória, o (Ba di Povo), irá um dia limpar as lágrimas daqueles que ontem se sacrificaram para libertar os Guineenses do jugo colonial, AQUELES COMBATENTES DA LIBERDADE DA PATRIA QUE AINDA RESTAM E QUE PASSAM POR DIFICULDADES QUE LHE SÃO IMPOSTAS PELOS SUCESSIVOS REGIMES FASCISTAS.

O (Ba di Povo) nunca conduzirá o HERÓI VIVO, Comandante MANUEL SATURNINO COSTA ao arrependimento de ter apoiado o seu projecto, e muito menos o Veterano e Economista, LUIS OLIVEIRA SANCA, ou a General ADJA SATU CAMARA PINTO.

O (Ba di Povo) veio para unir os Guineenses, inspirado nos sacrossantos valores em que foi educado,
DJARAMA BA DI POVO!
DJARAMA MADEM G15!
DJARAMA GENERAL PRESIDENTE!
DEUS ABENÇOE A GUINE-BISSAU!

1 comentário: